Veja quais são as substâncias químicas das maquiagens e seus malefícios

Veja quais são as substâncias químicas das maquiagens e seus malefícios

 

Você já se perguntou quais são as substâncias químicas nocivas das maquiagens convencionais e quais as consequências do seu uso diário?

As maquiagens convencionais são cosméticos que podem ser extremamente prejudiciais à saúde. No entanto, poucas pessoas realmente sabem disso e acabam se expondo a diversos riscos e a reações na pele, como coceiras, irritações, alergias e até manchas incomuns que dificilmente associamos ao seu uso.

Assim como os alimentos que compramos, também é importante entender que o que passamos em nossa pele é uma questão de beleza, mas também de saúde.

Pensando nisso, a CARE Natural Beauty fez uma lista com as principais substâncias químicas presentes nas maquiagens e os seus malefícios. Confira! 

Ingredientes tóxicos presentes nos cosméticos

  • Parabeno: também chamado de metilparabeno, propilparabeno, butilparabeno ou etilparabeno. Essa toxina está presente em cerca de 80% dos cosméticos convencionais.

    Trata-se de um conservante muito usado na indústria cosmética convencional, para evitar a proliferação de bactérias e aumentar a validade dos produtos.

    Após anos de pesquisas, o parabeno foi identificado como disruptor endócrino, podendo alterar o equilíbrio hormonal do nosso corpo. Identificou-se a presença dessa substância no tecido mamário, tecido de câncer de mama e sangue.

    Além disso, muitas alergias, coceiras e irritações estão diretamente relacionadas ao excesso de parabeno.

  • Petrolatos: também chamado de petrolatum, óleo mineral, vaselina, parafina e isododecane. Essa substância nada mais é que a geleia do petróleo. É um ingrediente barato que a grande indústria cosmética convencional usa como emoliente.

    Estudos científicos mostram que derivados de petróleo aumentam o risco de doenças e dermatites graves. Comprovam ainda seu alto grau de toxicidade, zero valor nutricional à pele e criação de uma barreira que impede que nutrientes bons ultrapassem-na.

  • BHT (butil-hidroxitolueno) e BHA (hidroxianisol butilado): ambos são considerados antioxidantes sintéticos e atuam como conservantes que geralmente substituem os parabenos em cosméticos ditos “paraben free”.

    Estudos científicos identificam que essas substâncias causam alergias graves, irritação pulmonar e cutânea e alteração no sistema imunológico.

  • Ftalatos: também conhecidos como DEP, DBP, DEHP. Muito usados nos cosméticos convencionais para estabilizar cores, perfumes e texturas.

    Altamente tóxicos, prejudicam o bom funcionamento dos hormônios masculinos e femininos, podendo inclusive prejudicar a gestação, além de impactarem o sistema nervoso central.
  • Phenoxyethanol: substância química utilizada como conservante em substituição ao parabeno nos cosméticos convencionais.

    Trazem riscos de dermatites leves a graves e alergias na pele. Pesquisas médicas relatam o impacto negativo desse tipo de substância no sistema nervoso central, principalmente em crianças.
  • Parfum: conhecida também como fragrância, essa substância representa a mistura de vários compostos químicos, muitos deles nocivos à saúde. Misturas de fragrâncias são associadas a alergias, dermatites, problemas respiratórios e desequilíbrios hormonais.
  • Talco: o talco é um ingrediente controverso, pois, quando em quantidades mínimas e puro, não é tóxico. Contudo, quando em alta concentração e contaminado com amianto, pode ser cancerígeno.

    O talco, composto de silicato de magnésio, é usado na indústria cosmética convencional em máscaras de cílios e maquiagem em pó (solto ou prensado).

  • Chumbo e/ou metais pesados: existe um estudo que demonstra que uma mulher passa batom até 10 vezes por dia, o que significa que "come" diariamente 90 miligramas de batom. Isso pode ser muito GRAVE.

    Grande parte dos batons convencionais contém chumbo e/ou outros metais pesados em sua composição. Esses metais são considerados tóxicos e prejudicam o sistema nervoso central, as funções hormonais e o sistema respiratório.

Agora que você entendeu quão prejudicial essas substâncias são ao seu corpo, já parou para pensar o que elas fazem com planeta, animais e natureza?

É muito importante estar atenta aos rótulos quando for comprar algum produto, pensando no seu bem-estar e no impacto ambiental.

Leia também: Maquiagem vegana: o que é isso? 

Uma saída: investir em maquiagens orgânicas e veganas

Então, qual é a saída ideal para unir beleza e saúde na hora da maquiagem? Com as maquiagens orgânicas, naturais e veganas, você tem tudo de que precisa para manter a pele saudável e radiante.

Por isso, se você quer encontrar uma marca com o propósito de levar saúde e bem-estar para a sua rotina de beleza, conheça a linha de maquiagens e skinCARE da CARE Natural Beauty. Afinal, cuidar bem da sua pele também é um ato de amor e de autocuidado.

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.