Proteção solar: qual a importância e como se proteger?

Proteção solar: qual a importância e como se proteger?

Você realmente sabe como aproveitar o melhor do verão, sem comprometer a segurança da sua pele? A empolgação e as distrações que essa época do ano traz muitas vezes fazem com que nos esqueçamos da proteção solar.

Seja líquido, em bastão, em creme ou em pó, o protetor solar deve fazer parte da rotina de cuidados com a pele durante todo o ano.

Para esclarecer algumas das principais dúvidas sobre proteção solar, confira o que vem a seguir:

Com essas informações você poderá fazer escolhas mais conscientes para sua saúde sem deixar de aproveitar ao máximo todas as estações! 

O que é proteção solar?

A proteção solar consiste em produtos ou estratégias para minimizar a exposição direta ao sol. Roupas com proteção UV, óculos de sol, guarda-sol, bonés e chapéus, todas essas são práticas que ajudam a proteger do sol.

Mas, normalmente quando falamos de proteção solar estamos nos referindo aos protetores solares ou filtros solares. Eles podem ser químicos ou físicos, com uso tópico, e reduzem a quantidade de radiação UV absorvida pela pele. 

A radiação UV que chega ao planeta junto com a luz solar pode ser de dois tipos: 

  • radiação UVA: são os raios ultravioleta A que têm maior incidência e penetram mais profundamente na pele e no organismo, causando alterações no DNA que podem resultar em câncer de pele e favorecem o fotoenvelhecimento;
  • radiação UVB: são os raios ultravioleta B, que são mais intensos no verão, especialmente entre o período das 10h às 16h e afetam a superfície da pele causando queimaduras e vermelhidão quando a exposição é indevida. 

Portanto, a proteção solar será uma aliada para reduzir os impactos negativos da radiação UVA e UVA na pele.

O que é fator de proteção solar (FPS)?

Uma das principais dúvidas sobre proteção solar é quanto ao FPS (Fator de Proteção Solar).

Essa classificação indicação o quanto o produto protege dos raios ultravioletas B, pois refere-se ao tempo de exposição sem que a pele fique vermelha, ocorrência relacionada a esse tipo de radiação que acomete a superfície da pele.

A ideia é que um protetor solar com FPS 30 faça com que a pele demore 30 vezes mais para ficar vermelha do que se não tivesse o produto.

Assim, de você costuma ficar vermelha em 5 minutos de exposição solar sem proteção levaria 150 minutos para ficar com o mesmo nível de vermelhidão com o protetor.

Portanto, quanto mais alto o FPS mais alto será o tempo de proteção.

Entretanto, apesar disso, os especialistas recomendam que, independentemente do FPS, o protetor solar seja reaplicado a cada 2 horas ou toda vez que entrar na água.

Com isso, usar corretamente o FPS 30, com reaplicações a cada duas horas é suficiente e te manterá tão protegida quanto usar um protetor solar com FPS mais elevado.

A reaplicação é recomendada porque poucas pessoas seguem, à risca, as recomendações. Você sabia que para face e pescoço precisa aplicar 1 colher de chá de protetor? Pois é, a maior parte das pessoas aplica muito menos do que isso.

Já para o tronco, costas, duas pernas e dois braços, a medida recomendada é de uma colher de sopa de protetor solar.

Qual é o melhor protetor solar para o rosto?

solar

Normalmente, no corpo, o protetor solar é indicado quando estamos na praia que há uma maior exposição ao sol.

Entretanto, o protetor solar para o rosto é recomendado diariamente, de forma que há mais dúvidas sobre como escolhê-lo. Algumas dicas incluem:

  • considere seu tipo de pele, pois um protetor mais oleoso em uma pele que tenha essa característica tende a escorrer e incomodar. O ideal é verificar uma composição voltada às demandas da sua pele ou optar por um skincare caprichado antes e finalizar com o protetor em pó, que tende a ser neutro e não intensificar a oleosidade ou o ressecamento dérmico;
  • avalie o protetor em relação aos seu tom de pele. O protetor tradicional tende a deixar resíduo branco em peles pretas, mas já existem fórmulas mais propícias que evitam esse problema, seja com tonalidades diferentes do protetor ou versões transparentes. A pele preta também precisa de proteção solar, mas quanto mais claro o tom de pele, maior a tendência à vermelhidão e câncer de pele, portanto, proteja sempre;
  • verifique o FPS do produto escolhido. Como visto, reaplicar a cada 2 horas é mais importante para proteção solar do que um fator de proteção elevado. Portanto, o FPS 30 tende a ser adequado para todos os tipos de pele. 

Com essas dicas, você terá um protetor solar mais propício às suas necessidades, o que também ajuda a incentivar o uso diário do produto!

Importância do protetor solar para a pele

Você está com os cuidados da pele em dia? É fato: só dá para responder “sim” se o protetor solar fizer parte do cotidiano.

Existem diversos motivos pelos quais a proteção solar diária é indispensável, como:

  • a exposição solar aumenta o risco de desenvolver câncer de pele;
  • a radiação ultravioleta está diretamente relacionada ao envelhecimento precoce da pele;
  • a falta de proteção solar pode levar a problemas dérmicos, como melasma;
  • a exposição solar indevida agrava características indesejadas da pele, como excesso de oleosidade.

Outro fator importante é que a radiação solar tem efeitos cumulativos nas células da pele, de forma a agravar os prejuízos com o passar dos anos.

No Brasil, o Índice Ultravioleta (a escala de valores recomendados pela OMS relacionados à intensidade da radiação UV, que induz o aparecimento de queimaduras solares) é alto durante o ano todo, em todas as regiões do País. 

Portanto, deve-se proteger as áreas expostas diariamente, como rosto, pescoço, colo e braços, além de redobrar os cuidados quando for se expor ao sol diretamente.

O protetor solar também deve ser usado em ambientes internos, pois previne os efeitos nocivos causados pela luz azul emitida por aparelhos eletrônicos, que estimula a produção dos radicais livres, os quais aceleram a oxidação das células e provocam o envelhecimento precoce, além de piorarem manchas, como o melasma.

Mas lembre-se, o sol não é um vilão, mas a exposição solar incorreta, sim. 

A luz solar é a principal responsável pela síntese de vitamina D, fundamental à manutenção da saúde.

Assim, uma exposição solar diária de 30 minutos, em horários de menor intensidade da radiação e com proteção solar é benéfica à saúde.

Conheça o nosso protetor solar em pó SunCARE Powder FPS 30

SunCARE Powder

Feito em pó translúcido e livre de toxinas, o SunCARE Powder tem FPS 30, ideal para todos os tipos de pele.

Seja sobre a pele limpa, como última etapa de sua rotina de skincare, ou ainda sobre a maquiagem, a formulação 100% High Clean Beauty do SunCARE Powder tira o excesso de brilho, mas não o glow da sua pele.

Além de oferecer alta proteção solar contra as radiações UVB e UVA e contra a luz azul, conta com ingredientes que protegem e cuidam da pele, caso do extrato vegetal de camélia e orquídea, com uma poderosa ação antioxidante, da vitamina E e dos extratos de camomila e chá verde. 

A formulação em pó deve ser depositada na pele, a fim de deixar uma camada de proteção que seja efetiva. É importante certificar-se de depositar o produto com batidinhas por todo o rosto, sem arrastar as cerdas para que o produto não seja retirado!

Deve ser reaplicado a cada duas horas e sempre após suor excessivo ou contato com água do mar ou da piscina.

O SunCARE Powder FPS 30 é o lembrete diário para que você proteja a pele, em um simples gesto cotidiano de autocuidado.

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.